Imersão em educação do futuro

INNOVARE CONDUCERE realiza imersão vivencial na PUCRS com o time da Secretaria de Educação de Quinze de Novembro, com ênfase na educação do futuro.

Imersão em educação do futuro: Innovare Conducere leva o time da Secretaria de Educação do município de Quinze de Novembro.

Créditos: Innovare Conducere

Muito tem se falado sobre a educação nos últimos tempos. Ela até virou protagonista na área da inovação e tecnologia, atribuindo-lhe o termo 4.0 – uma educação do futuro. Todavia, também se tornou vilã por não conseguir atender, adequadamente, todo um ecossistema dependente, em razão da pandemia da Covid-19.

Mudanças na educação atual

Fato é que estamos numa era de transformação e onde a forma de educar não pode mais ser replicada ano após ano.

Como nos traz Valeska Salvador, CPO da Conducere e especialista em tecnologias educacionais inovadoras, “Não podemos mais educar e formar pessoas como os modelos criados em 1918 para a revolução industrial, pelo simples fato de não estarmos mais em 1918. A tecnologia vem nos apoiar para sermos instrumentos de suporte para os educandos. Lembro que o prof. José Moran (pesquisador e defensor das tecnologias ativas) dizia em nossas conversas: ‘Pensem sempre as tecnologias educacionais como um grande a la carte. Conforme a necessidade, utilizem e combinem. Mas, entendam sempre o contexto e principalmente, foco no estudante’.

Neste contexto, acredito que isso foi um dos motivos que no lugar de se aproveitar uma grande oportunidade de aprendizagem nos deixada pela pandemia acabou-se por desperdiçá-la em muitos casos. Perceba que, a modalidade online, ou mesmo o estudo híbrido, por exemplo, são tecnologias importantíssimas e altamente eficientes. Todavia, há a necessidade de preparo e de mudança de modelos mentais por parte de toda a comunidade escolar. Do contrário, poderíamos abstrair como um exemplo a título de comparação, os primórdios da educação à distância. Por que caiu em descrédito? Porque as ações de muitos profissionais e algumas instituições de ensino, foi simplesmente colocar uma apostila na internet e chamar isso de processo instrucional! Não, isso não é ensino e aprendizagem. Isso é um documento digitalizado e colocado em uma plataforma que pode ser acessível em qualquer lugar.”

Educação 4.0
Troca de experiências no Colégio Marista Champanhat
Créditos: Comunicação do Colégio Marista Champanhat.

Projeto educação do futuro: Innovare Conducere

Jocelito Salvador nos conta como foi a ideia/aceitação da proposta para o município de Quinze de Novembro. “Conhecemos o Prefeito Guto (Gustavo Stolte) e sabemos da sua grande visão inovadora e empreendedora. Sim, ele tem um olhar diferenciado e se motiva quando percebe que um projeto pode trazer um resultado transformador para sua cidade.

Quando apresentamos a ideia, em razão de todos os movimentos que eles já deram em prol do Transforma Quinze, ele nos disse: “Quero isso para a minha equipe! Organizem e vamos levar o time para conhecer novas tecnologias e ser imersos neste ambiente da PUCRS!”. Com esta carta branca, já começamos a estruturar toda a imersão: troca de experiências com o Colégio Marista Champanhat, conhecimento do TECNOPUC e das atividades voltadas à educação, conhecimento e troca de experiências no Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS e painel com pessoas responsáveis com o BIOHUB (Hub de saúde) e EDUX (Hub de educação). Como temos um acordo de cooperação com a PUCRS, conseguimos ter acesso aos curadores, diretores, além de valores diferenciados, o que facilita e agrega muito para as experiências que estamos propondo.

Ainda, ficamos muito contentes pois tivemos a presença da Secretária Michele Prante Peukert e de uma equipe de diretoras e assessoras educacionais: Gláucia, Fabiane, Livani, Joice e Ivandra. Além disso, pelo retorno que tivemos da avaliação, houve 100% de aprovação e satisfação. Sem considerar que, segundo a equipe, o que foi visto nesta imersão será aplicado nas atividades educacionais do município de Quinze de Novembro.”

Uma equipe comprometida com a educação do futuro

Todavia, apenas o aceite do executivo não faz acontecer. Precisa-se que a equipe abrace a causa e se engaje com as mudanças necessárias para a inovação.

Neste sentido, tivemos uma ajuda muito importante que foi da Secretária Municipal de Educação – Michele Prante Peukert.

secretaria de educação de quinze de novembro
Troca de experiências no Colégio Marista Champanhat
Créditos: Comunicação do Colégio Marista Champanhat.

A Secretária Michele também teve um papel muito importante no sucesso deste projeto!

Além de sua gentileza e generosidade em ser o elo entre a Innovare Conducere e a equipe da Secretaria de Educação, não poupou esforços para que as atividades do dia 19 de janeiro fossem possíveis. “Conversamos em horários alternativos e mesmo toda a equipe estando de férias, ela fez acontecer”, nos diz Valeska. Ainda, nos deixou este breve relato de sua experiência e vivência neste projeto:

“A educação está em constante evolução. Há alguns séculos, o modo de transmitir conhecimento era completamente diferente do que é observado hoje em dia. Por isso, se atualizar às mais novas tendências e fornecer uma experiência de aprendizagem condizente com o momento histórico e social é fundamental para nossas escolas que estão comprometidas com seus estudantes.

Hoje em dia, a sala de aula deve ser vista como um ambiente dinâmico e que favorece o ensino multidisciplinar e simultâneo dos estudantes.

Essa experiência foi fundamental para implementarmos novidades educacionais adequando a realidade do mundo lá fora. Conectando experiências de sala de aula com aquilo que é visto fora dos muros da escola. Assim, todos saem ganhando!” (Secretária Municipal de Educação Michele Prante Peukert).

Próximos passos para a educação do futuro na Quinze de Novembro

Por fim, nos adianta Jocelito que as ações com o time da Secretaria Municipal da Quinze de Novembro apenas começaram. Vem muitas novidades por aí e certamente do que depender deste time, entusiasta e motivado, irão acontecer. De nossa parte, agradecemos por este case de sucesso e já estamos organizando por aqui os próximos passos que certamente impactarão toda a região do Alto Jacuí.

Nossos mais sinceros agradecimentos

Para que tudo isso pudesse se tornar possível, contamos com um time altamente capacitado. Além disso, amantes da educação do futuro e que realmente acreditam que tudo é possível quando mentes e corações se unem em prol de um objetivo maior.

Neste sentido, a Innovare Conducere agradece a todos os envolvidos do BioHUB, EDUX, Tecnopuc, Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS e Colégio Marista Champanhat pela possibilidade de realização deste projeto.

Ainda, gostaríamos de fazer algumas menções especiais pelo comprometimento, generosidade e de terem conseguido liberar um espaço em suas agendas para nos receber: Alexsandra, Ana, André, Carlos Alberto, Diana, Lucas, Natália, Renata, Silvio, Vanessa, Vera e Vitória.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.